[Resenha] O mundo de vidro


O Mundo de Vidro
Autor: Maurício Gomyde
Editora: Porto 21
ISBN: 9788591184002
Ano: 2011
Páginas: 235
Formato: 16 x 23
Resenhista: Milly Almeida



Sinopse:


"Até onde pode ir a paixão de uma pessoa por outra? Como, quando e por que começa? Até que ponto pode-se cometer alguma loucura para fazer parte da vida de alguém? Quais as consequências da paixão avassaladora incompreendida? Nesse seu primeiro e hilariante romance, Maurício Gomyde retrata o cotidiano de um cidadão normal como tantos que se vê por aí em qualquer canto, tentando responder estas aparentemente simples perguntas. Passeando com extrema facilidade tanto pela liguagem refinada e sutil quanto pela tosca, Maurício Gomyde nos brinda com um livro de leitura fácil e extremamente agradável."


Comentário:

O mundo de vidro é uma narrativa em terceira pessoa que se passa na cidade de São Paulo – pelo menos eu acho. Ao ler o livro, fiquei pouco interessada e assustada com a linguagem que o autor usou. Mas é muito engraçado apesar dos palavrões e algumas outras situações, porém é engraçado e divertido de ler.
Susan era "uma puta de uma gostosa". Foi isso que ele achou quando a viu.
Pág. 122 

A narrativa conta a estória de um cara que se apaixona platonicamente por uma professora e faz de tudo pra que possa ficar ao lado dela. O porém é: ela havia acabado de terminar com o noivo e estava levando a vida de solteira. Mas depois de tanta tentativa até que ele consegue virar amigo dela, na esperança de se tornar algo mais. Será que dá certo? A parte da amizade até que da, mas quanto ser algo a mais que amigo vai por água abaixo: a mulher dos seus sonhos volta com o noivo o que o deixa desolado e arrasado. Mas com o passar do tempo ela percebe que não era ele – o noivo – que ela realmente queria, ela queria alguém atencioso, alguém em que ela sabia que podia confiar, que não a traísse na primeira oportunidade, quem seria esse? O cara que manteve por muito tempo um amor platônico por ela. Durante esse tempo ela fica recebendo e-mails de um remetente desconhecido que nos e-mails lhe enviava capítulos do livro o mundo de vidro, onde um casal está apaixonado um pelo outro, mas nenhum dos dois toma iniciativa pra falar. Os dois já se conheciam e talz, mas nunca admitiram o que sentiam. O homem se contentava em estar ao lado dela e ela idem. Até que ele tomou coragem para beija-la e permiti-la perceber o que ele sentia por ela. O que foi legal, pois todas as vezes em que se encontravam eles criavam um mundo somente deles que se quebrava cada vez que se despediam. Encontraram semelhança entre uma história e outra? Bastante legal.

Uma outra coisa que achei bastante interessante foi que o autor não deu nome aos personagens. Ele sempre os tratou na terceira pessoa do singular ou caracterizando-as de alguma forma para eixar claro de quem ele estava falando, como por exemplo quando o narrador fala da professora, ele sempre usa o adjetivo: a mulher dos seus sonhos, ou a sua garota. E para o rapaz, ele geralmente usa: um idiota comedor de salgadinhos e refrigerante que não tem o que fazer – ou algo parecido com isso, não lembro exatamente.

Mas apesar dos pós e contras, o livro é bastante legal e interessante. Não sei bem se o que eu falei aqui está no livro, mas tem algo basicamente relacionado a isso – risos -, mas espero que gostem ao lerem O mundo de vidro é uma narrativa bastante interessante, sem contar que foi escrita por um homem brasileiro e que demonstra ter sentimentos de verdade ao escrever esse livro.

Nota: 

3,5

Beijos pessoal, até a próxima resenha.

9 comentários:

  1. Eu já tinha ouvido falar bastante desse livro mas nunca tive coragem de ler a resenha, por medo de gostar e ficar na vontade, hehe
    Mas a sua resenha me deixou bastante curiosa, a história parece ser bem divertida e engraçada e o autor é brasileiro! E apesar de todos os meus esforços esse livro vai pra minha wish list. Vou falir assim, haha :(

    ResponderExcluir
  2. Não se preocupe, iremos falir também, tanto eu como Milly.
    Que bom tenha lhe deixado curiosa. Assim que a Milly me contou da história e me mandou a resenha, fiquei bem curiosa também. O livro já está em mãos, só falta ler.

    ResponderExcluir
  3. Oi...
    Gostei do seu blog!Seguindo)))))
    Faça uma visita ao meu Blog! Tá rolando promoção do livro Beijada por um anjo 4. Abraços...
    http://pollymomentos.blogspot.com/2011/11/promocao-200-seguidores.html

    ResponderExcluir
  4. Seguindo o seu também, Pollyanna!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Cris!!
    Adorei a sua resenha!
    Eu sinceramente preferia ler um livro com personagens que tivessem nomes próprios rs. Não despertou muito a minha atenção e a sua avaliação a respeito me deixou mais receosa ainda. Talvez algum dia eu leia e tire as minhas próprias conclusões rs.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  6. É um prazer conhecer seu trabalho, uma amiga já havia me falado sobre esta história, interessante vê-la aqui tb, inspirou-me a lê-lo, gratidão por compartilhá-lo.

    Te convido a conhecer e seguir meus blogs
    http://artcosmica.blogspot.com (blog onde registro toda a forma de arte que encontro em minhas viagens, arte de amar, servir e transformar)
    http://nomadevarno.blogspot.com/ (blog onde compartilho as terapias holísticas que ensino)

    Será um prazer sua companhia nesta jornada.
    Gratidão.
    Abraços de luz
    Varno Nômade

    ResponderExcluir
  7. Obrigada, Mariana por comentar. Mari, apesar de não ter lido o livro e sim minha colunista, estou bastante curiosa. Verdade que fico receosa com relação a palavrões, mas tento levar em consideração a história.
    Varno, irei seguir seu blog em breve. Obrigada por fazer uma visita e comentar.

    Bj

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho este livro mas ainda não o li0. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Amei essa resenha! Me pareceu um romance bom pra ler entre uma saga e outra.

    http://minhaficminhavida.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Antes de comentar:

Adoraria saber a sua opinião, então não deixe de expor sobre o post! Mesmo querendo muito saber da sua opinião, os comentários precisam ser aprovados, para evitar comentários ofensivos e desrespeitosos.
E peço também que não peça parceria nem divulgue explicitamente o seu blog, pois temos o formulário de contato que serve para tudo isso.
E se você tem um blog, coloca um link para que eu possa visitar e deixar um comentário, mas nem sempre será possível, porém tentarei ao máximo.

Então, agora, deixe-me ouvir você :)

Perfil Perfil Image Map

 
Copyright © 2016 | Junto com Cris Lima | Layout e codificação por Cris Lima | Hospedado pelo Blogger