[Resenha] Glimmerglass - O Encontro de Dois Mundos

Glimmerglass - O Encontro de Dois Mundos
Autora: Jenna Black
ISBN: 9788579302381
Páginas: 295
Ano: 2011
Resenhista: Cris Sanlim
Classificação: 5 corações

Sinopse:

Dana Hathaway ainda não sabe, mas vai acabar se metendo em apuros quando decide que é a hora de fugir de casa para encontrar seu misterioso pai na cidade de Avalon: o único lugar na Terra onde o mundo real e o mágico se cruzam. No entanto, assim que Dana põe os pés na cidade mágica, tudo começa a dar errado, pois ela não é uma adolescente comum – ela é uma faeriewalker, um indivíduo raro que pode viajar entre os dois mundos e a única pessoa que pode levar magia ao mundo humano e tecnologia a cidade de Faerie.
Não demora muito e Dana envolve-se no jogo implacável da política do mundo da magia. Alguém está tentando matá-la, e todos parecem querer alguma coisa dela, desde seus novos amigos e da família até Ethan, o lindo garoto com poderes fantásticos com quem Dana acha que nunca terá uma chance… Até ter uma.
Presa entre esses dois mundos, Dana não sabe bem onde se encaixa ou em quem pode confiar, muito menos se sua vida um dia voltará a ser normal.

Comentário:

Narrado em primeira pessoa, Jenna construiu uma ótima narrativa, que consegue lhe deixar um resquício de quero mais mesmo depois de estar às 4 da manhã folheando as páginas do livro.

A pergunta do ano, ou melhor, do final de fevereiro é: Qual personagem eu gostei mais? Juro estar no meu notebook, escrevendo essa resenha, pensando numa resposta justa. A verdade é que não sei escolher somente um. Talvez quando eu terminar edite a portagem e acrescente o nome dele ou dela, mas por enquanto não sei. Não ter certeza de qual personagem é uma coisa, gostar de muitos é outra. Tenho plena certeza de quem foi, e a lista é grande.

Danna – ruflem os tambores, soltem foguetes, gritem em suas sacadas, mas ela não é o estilo Lucinda ou Bella, nem garota que corre um grande perigo, mas o maior de todos é a sua falta de neurônios. Não, Danna não é assim! Corajosa, determinada e inteligente, Danna foge daquele tipo estereotipo de livro sobrenatural: garota sem graça, sem sal nem açúcar que consegue chamar a atenção do cara mais popular da escola e/ou faculdade. Se Jenna soubesse o quanto ganhou pontos em meu conselho por causa desse pequeno detalhe.
Minhas palmas suavam e meu coração estava preso na garganta enquanto o avião aterrissava em Londres. Mal podia acreditar que estava fazendo aquilo, que tive a coragem de fugir de casa.
Ethan – ele é a prova de como somos de estado, não permanente, ou seja, estamos felizes, estamos tristes; não somos felizes nem tristes o tempo todo, por mais de sejam por dois segundos. Normalmente não gosto dos cretinos que se acham de mais, mas é Ethan é irresistível para Danna e também para mim. Ele não é apenas um cretino, é o cretino mais bonito e sedutor de Avalon. Se isso conta como pontos eu não sei, mas nosso cretino preferido sabe passar de cretino/vilão para herói/protetor. Segue meu conselho: as páginas sem ele perdem um pouco de graça — não muito, pelo menos.

Kimber – irmã de Ethan, mas tem alguns problemas com o irmão, então não liguem para o jeito que ela se transforma perto dele. Ela é o tipo de amiga que toda menina precisa, principalmente Danna que nunca teve uma melhor amiga por sempre ficar pulando de cidade e cidade. Kimber é divertida, forte, inteligente e legal.
- Ethan gosta de se considerar um homem e tanto, mas só tem dezoito anos. Sei que você é mais nova, mas ele a considera a altura do jogo dele. Além disso, você não é uma típica colegial. É uma faeriewalker. Tem o potencial de ser... muito poderosa. E Ethan gosta de poder.
Finn – posso afirmar que nunca gostei tanto de um que não seja principal como gostei de Finn. É um personagem que merece um livro para ele. Finn é o guarda-costas de Danna, ou seja, é corpulento, usa roupas totalmente pretas e óculos escuros. Pela descrição parece sem graça, mas ele conseguiu ser incrível, pois consegue ser engraçado, misterioso e tem os olhos mais bonitos que Danna já viu. E olha que todos os feéricos tem uma beleza incrível!

Comecei a leitura sem saber o que esperar, com medo de que fosse só mais um livro com uma capinha bonitinha BONITA. Foi muito difícil me adaptar ao livro, pois achei o final muito corrido, difícil de captar. Mas, claro, depois que essa estranha sensação passou, uma outra surgiu, e bem mais forte: me apaixonei muito pela história, cenário, tudo.

Danna é uma garota que teve de amadurecer rápido para cuidar de sua mãe, que sofre de problemas alcoólicos, e viajar para Avalon a procura de seu pai. Avalon é o único lugar no mundo que feéricos e humanos podem viver. A mãe dela é humana e o pai um feérico — por sinal, é muito estranho, teve horas que o achei o vilão, mas em outras não — e a Danna uma mestiça, que pode adentra os dois mundos: das fadas e dos humanos. Esse poder, por assim dizer, a deixa em grande perigo, pois é extremamente raro e precioso para os feéricos. De verdade, achei isso sem graça no começo, o poder bobo e tudo mais, mas o fim lhe ajuda um pouco a entender o motivo de tanta confusão.

Glimerglass não é um livro de aventura nem calmo; é tudo na dose certa. Além disso, o tema fadas ainda não está em alta como anjos e vampiros, mas o livro é bastante criativo. Foge muito dos livros sobrenaturais de hoje em dia e foi ótimo para mim, pois já estou cansada dos livros garota sem graça, menino sobrenatural bonito, escola, perigo de morte e idiotices. Desculpem minha empolgação, mas essa foi a minha com Fallen recentemente.

Termino minha resenha aqui para não soltar spoilers.

2 comentários:

  1. territoriodascompradorasdelivr10 de fevereiro de 2015 14:37



    Oi, tudo bom?


    Suas resenhas são ótimas, tentarei vir mais
    vezes quando postar.


    Falando da resenha, posso dizer que o livro é
    realmente intenso.Muito fofa.
    Deu pra perceber que não é só de capa, mas é toda perfeita a história.


    kkkkkk


    Território
    das garotas      


    @territoriodg


    Bjss
    *-*


    Passa
    lá no blog?


    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/
     

    ResponderExcluir


  2. Oi,
    tudo bom?


    Gosto de livro que sejam assim como você falou, na dose certa.
    Espero poder ler o livro um dia, gosto muito de fadas.


    Território
    das garotas


    @territoriodg


    Bjss
    *-*


    Passa
    lá no blog e assiste a caixinha?


    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/
     

    ResponderExcluir

Antes de comentar:

Adoraria saber a sua opinião, então não deixe de expor sobre o post! Mesmo querendo muito saber da sua opinião, os comentários precisam ser aprovados, para evitar comentários ofensivos e desrespeitosos.
E peço também que não peça parceria nem divulgue explicitamente o seu blog, pois temos o formulário de contato que serve para tudo isso.
E se você tem um blog, coloca um link para que eu possa visitar e deixar um comentário, mas nem sempre será possível, porém tentarei ao máximo.

Então, agora, deixe-me ouvir você :)

Perfil Perfil Image Map

 
Copyright © 2016 | Junto com Cris Lima | Layout e codificação por Cris Lima | Hospedado pelo Blogger